Browsing Tag

queijos

    Gostosuras

    Queijos | Diversidade e Sabores

    10 de setembro de 2019

    Da união de três ingredientes simples: leite, coalho e sal nasce o queijo. O produto lácteo é uma celebração à diversidade cultural e de sabores para nos dar água na boca.

    O mundo é dividido entre aqueles que amam e os que não gostam de queijo. Eu sou do primeiro time. Pra mim, um dos prazeres da vida é uma mesa repleta de guloseimas para comemorar tudo que a vida tem para nos proporcionar. Não importa onde ou qual desculpa usar para comer, o importante é aproveitar para saborear um ou vários pedaços de queijo puro ou acompanhado de pão, geleia, frutas, molhos ou usado em saladas, massas, molhos, pizzas. Pode ser derretido, em cubinhos, ralado, fatiado, naquela lasanha caseira ou na pizza.

    Um viva ao queijo! Em alguma receita ou como aperitivo, não há quem negue essa delícia.Não conte somente as calorias do queijo, quando consumido de forma equilibrada, de acordo com orientações de um nutricionista, podem fazer parte de uma dieta saudável, desde que as pessoas optem pelos os queijos com menor teor de gorduras, como: Ricota, Minas Frescal, Creme de Ricota são opções de queijo que você pode adotar em sua dieta funcional.

    Benefícios | Uma pesquisa publicada na revista científica Nature, afirma que os queijos curados contêm substância pertencente ao grupo das poliaminas e reduz consideravelmente o risco de surgimento de doenças cardiovasculares, retarda o envelhecimento e aumenta a expectativa média de vida. Foram analisados hábitos alimentares de 800 moradores da Itália, a pesquisa revelou que as pessoas que consomem queijo regularmente têm menos tendência a sofrer de hipertonia e doenças cardiovasculares. Além disso, possuem 40% menos chance de desenvolver insuficiência cardíaca, em comparação com aqueles que não consomem queijo. Pesquisadores acreditam que as poliaminas ajudam as células do organismo a eliminar toxinas e seus fragmentos prejudiciais, o que influencia positivamente na saúde, ajudando inclusive no rejuvenescimento.

    Curiosidade 🙂 | Em uma dessas celebrações à vida um grupo de amigos levou o seu amor por queijos à flor da pele, literalmente. Enquanto devoravam uma porção de queijo grelhado em um restaurante no nordeste dos Estados Unidos, eles tiveram a brilhante ideia de fazer uma tatuagem bem descolada que pudesse homenagear a paixão por queijos. A ideia fez tanto sucesso que uma rede de restaurantes resolveu surfar na onda e fez uma promoção:  conceder 25% de desconto vitalício para quem fizer uma tatuagem de queijos bem estilosa.  A estratégia de marketing parece está funcionando. Mais de 500 pessoas já conseguiram o benefício. Muitas das tatuagens mostram um culto à cultura pop, ficção científica e personagens de games famosos. Todos, claro, em torno do queijo. Algumas das tatuagens são absolutamente hilariantes. E você, teria coragem de fazer o mesmo?“Queijólatras” existem vários tipos de queijo, cada um com características distintas, alguns agradam mais nosso paladar do que outros. Fato é que o queijo é uma das comidas mais antigas da culinária. Deu água na boca, não é mesmo? No Brasil, é possível encontrar diversos tipos. Alguns, como o requeijão, são considerados criações nacionais e, outros, como o parmesão, simplesmente inspirado em invenções estrangeiras. Separei alguns tipos, mais conhecidos e consumidos, suas origens e características:

    Mussarela (várias formas de escrita: Muçarela, Mozzarella…) | Queijo mais produzido no Brasil e no mundo. Costuma-se adicionar o corante urucum, por isso a sua cor amarelada. Quando fresco sua textura é tenra e borrachuda, depois da maturação de onze dias, adquire consistência mais cremosa. De origem italiana, apresenta teor de gordura considerável. Pode consumir frio, puro ou em saladas, ou cozido, compondo saborosas pizzas, massas e recheios.Queijo Parmesão | Muito popular, são 3 tipos básicos: o montanhês, que fica em maturação por quatro meses; o parmesão em si, por mais de seis meses; e o premium, que leva até três anos. Todos têm a casca mais escura, dura e bem oleosa, textura levemente cristalizada. Possui alto teor de gorduras saturadas e colesterol, por esse motivo seu consumo deve ser moderado, porém, é fonte de proteínas e cálcio e possui uma quantidade maior de vitaminas lipossolúveis quando comparado a outros queijos. Eu gosto de ter sempre um pedaço para ralar no momento do uso, o sabor e qualidade é infinitamente superiores.Queijo Provolone | Conhecido por seu aroma agradável, salgado e levemente picante. De origem italiana, é muito famosos no mundo todo. Sua consistência é semidura e sua coloração é amarela, com casca dura, é ideal para derreter na churrasqueira.Queijo Prato |Considerado um queijo mineiro. Os imigrantes dinamarqueses ao tentarem copiar por aqui os queijos Danbo e Tybo, típicos do país natal, não conseguiram e acabaram criando uma “nova iguaria”. Possui maior teor de gordura e colesterol quando comparado à muçarela, ao cottage e à ricota.É muito usado em lanches, pois derrete fácil.Queijo Gorgonzola | Sabor intenso e picante. Queijo italiano com riscos azuis, feito com leite de vaca pasteurizado. Ele é considerado o primeiro queijo azul da história, e existe há mais de mil anos. Sua maturação é de dois meses – quando tem sabor mais suave e textura macia – até três meses – quando se torna picante, com sabor e aroma intensos. Queijo Meia-cura | É uma variação do minas frescal, é um queijo brasileiro.O meia-cura passa por uma maturação de cerca de 30 dias, adquirindo uma consistência mais seca e firme. É fonte de proteínas, cálcio e fósforo, porém, possui teores de gordura e colesterol.Queijo Ricota | Típico da Itália, indicado para os que estão de dieta pelo baixo teor de gordura e alto teor de proteína, não passa por processo de maturação. Feito do soro da fabricação de outros queijos, é leve e tem sabor suave e ácido.Queijo Brie | O Brie é um queijo macio. Suas principais características são a cor pálida, com crosta branca aveludada e o sabor suave e marcante. Conforme a maturação, seu sabor fica mais forte e sua textura cada vez mais cremosa.  Já indiquei uma receitinha  por aqui.Queijo Roquefort | De origem francesa, é um queijo cremoso, picante e salgado, com sabor forte e feito a partir do leite de ovelha. Não possui casca e sua cor é branca quando recém produzido, vindo a ter manchas azuladas durante a maturação. Esse queijo tem odor forte e sabor característico notável do ácido butírico. Queijo Cheddar | De origem inglesa, é amarelo e duro. Feito a partir do leite de vaca cru, a maturação dura de 3 meses a 2 anos, onde os queijos ficam envolvidos por um pano e guardados. Após esse período, ele adquire um sabor ácido e picante. Muito usado em lanches.Queijo Cottage | É um queijo fresco, com sabor suave, elaborado a partir do leite de vaca pasteurizado e normalmente encontrado em forma de pasta. Tem sabor ácido e não é prensado, então possui um residual de soro de leite. Queijo Gouda | É um dos mais tradicionais do mundo, de origem holandesa. Produzido a partir do leite de vaca, que é cultivado e esquentado até que a coalhada separe-se do soro. Seu sabor é suave e levemente adocicado, sua textura é firme e com alguns olhos (buracos) e sua aparência amarelada por dentro, com casca vermelha. Queijo Emmental | De origem suíça, é amarelo, duro e com grandes buracos característicos. Seu sabor é suave e ligeiramente adocicado quando jovem, e mais picante e marcante quando maturado. É um queijo que derrete com facilidade.Queijo Minas Frescal | De origem mineira, tem sabor suave e adocicado, branco e muito macio. É um dos queijos com menor quantidade de calorias do mercado, sendo muitas vezes considerado light. Esse queijo não passa pelo processo de maturação, por isso é chamado de queijo fresco.Queijo Coalho | Típico do Nordeste brasileiro, é feito a partir da adição de coalho e outras enzimas coagulantes no leite, produzindo um queijo branco, mole e rígido, de sabor salgado. O Queijo de Coalho é saboroso e versátil, dá pra assar na churrasqueira.

    O Brasil tem muito potencial em questões de produção de queijos e até mesmo de legislação sanitária. Além disso, é preciso estar atento também a riqueza cultural e gastronômica que o nosso povo tem e que nos dá tanto orgulho e além disso, saber reconhecer e valorizá-la, o queijo é um desses produtos que muito nos orgulha.

    Imagens Não Autorais | Reprodução| Pinterest.