Palavresca

Coisas da Vida | Martha Medeiros

23 de agosto de 2020

Fotografia | Leila Lindiana

A escritoria, crônista e musa dos adultos Martha Medeiros escreveu no seu livro Coisas da Vida uma passagem que faz refletir, aproveite o dia, admire o seu e olhe-se com carinho. Compartilho com vocês a beleza e a sinceridade das suas palavras, são um trecho de uma crônica que se chama Fugir de Casa.

“Overdose de realidade é a ruína do ser humano.

Há que se ter uma janela, uma porta, uma escada para o imaginário, para o idílico – ou para o tormento, que seja.

Ninguém é uma coisa só, ninguém é tão único, tão encerrado em si próprio, tão refém do que lhe foi ensinado.

Desde cedo fica evidente que nosso potencial é múltiplo, que há um Deus e um D…. morando em nosso corpo.

Como segurar a onda ?

Fugindo de casa, fugindo com sabedoria – fugindo para se reencontrar…mesmo que sejamos nossa única platéia.

Cada um de nós tem obrigação de buscar uma maneira menos burocrática de existir.

…e não perco a fé por constatar o óbvio: tudo é provisório, inclusive nós”.

Coisas da Vida: Crônicas | Martha Medeiros – Porto Alegre, RS: L&PM, 2012.

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM