Dicas Gostosuras

Vinhos Brancos

17 de janeiro de 2020

Certo dia, ouvi de uma pessoa querida que no verão os vinhos brancos são mais agradáveis, eis que resolvi compartilhar minhas impressões sobre eles. Leves e refrescantes, os vinhos brancos são os mais populares da estação mais quente do ano.

Como já havia falado sobre vinho, busquei em alguns livros e pesquisas, informações práticas e fáceis de torná-las rotineiras no consumo desse tipo de vinho.

A primeira dica, a variedade pede temperatura entre 8° e 10° graus para o seu consumo – uma temperatura inferior pode anestesiar a boca, diminuindo a capacidade de apreciação do vinho. Ok? Fique atento.

A coloração do vinho diz coisas sobre ele. De maneira geral, os vinhos são classificados segundo as uvas que lhes dão origem ou de acordo com o processo de produção do vinho. Assim, os vinhos brancos são produzidos a partir de uvas brancas – predominantemente – ou tintas, desde que estas tenham suas cascas retiradas logo no começo do processo de elaboração, para que sua pigmentação intensa não entre em contato com o vinho: os tons vão do amarelo pálido ao âmbar. Para definir sua escolha no momento de beber, separei 4 curiosidades sobre o vinho branco:

1. Chardonnay é a uva branca mais famosa do mundo.
2. O vinho branco possui vários estilos: doce, seco, ultradoce, meio seco – dependendo da uva e da região, as possibilidades dos vinhos brancos são inúmeras.
3. O vinho mais cobiçados do mundo para acompanhar sobremesas, é o branco.
4. Existem uvas brancas pouco conhecidas: Furmint e Hárslevelu. Já ouviu falar ? Vamos falar de uma combinação que a gente ama: queijos e vinhos. Se você quer ser didático e seguir a cartilha, ok, sem problemas! Porém lembre-se que a harmonização, também depende do seu paladar, do que você gosta de comer e assim, ousar e misturar para obter novas experiências gastronômicas nos faz muito bem.

Para cada tipo de queijo existe diversas opções de harmonizações com vinhos, vou sugerir algumas:

Queijos Camembert, Gouda e Brie com vinhos brancos.
Queijo ricota, de cabra ou Cottage com vinhos brancos leves.Para finalizar, qual a diferença entre vinho seco ou vinho suave, independente do tipo: branco, rose ou tinto.

É comum nos referirmos a vinhos como vinhos secos ou vinhos suaves, mas raramente as pessoas realmente entendem a diferença entre essas duas denominações.  Busquei a explicações e vou compartilhar!

Vinhos doces tem adição de açúcar? Pergunta é clássica! Um vinho de sobremesa pode ser doce por diversos fatores: seja pela maturação em excesso da uva, pela fortificação, etc. Mas, o que é importante salientar é que é tudo natural. Sim, na-tu-ral! Sem adição de açúcar.

Os únicos vinhos que levam açúcar, são conhecidos como suaves, que são os mais simples. Aí vai do gosto de cada um se prefere estes ou os tradicionais! O vinho suave é aquele produzido com a partir de castas de uvas mais comuns e que contam com a adição de açúcar durante a sua produção.

Já o vinho seco é um vinho mais nobre, produzido com castas de uvas mais refinadas, onde o açúcar presente na bebida é resultado natural do processo de fermentação.

O essencial é não ter medo de experimentar coisas novas. Uma das principais funções do vinho é nos dar prazer. Tenho comigo, não precisa ser algo complicado, como a maioria das pessoas pensa. Experimente sempre e divirta-se, há muitas opções de vinhos nacionais e importados que são uma grata surpresa ao paladar!

E você, já brindou hoje?

Pesquisa | Conheça Vinhos, Dirceu Vianna Junior, José Ivan dos Santos e Jorge Lucki. Editora Senac.

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM