Viveiro Municipal | Francisco Beltrão

“Quem planta árvores cria raízes!” essa frase muito bem se aplica à missão do Secretário Municipal do Meio Ambiente Adriano Roberto David e a Engenheira Ambiental Ana Paula Nesi Tortelli, entusiastas, apaixonados pela natureza e profissão. Ambos são sabedores das sementes que estão plantando para as futuras gerações, despertando em nós o cuidado com a natureza. Hoje venho falar de um local muito importante para Francisco Beltrão e, também para manutenção da vida no nosso planeta.

O Viveiro Municipal é mantido pela Secretaria do Meio Ambiente de Francisco Beltrão, localizado no Bairro Padre Ulrico, tem a função de berçário de mudas. Trata-se de um local que fica dentro de uma Área de Proteção Ambiental que é mantida pelo município onde germinam e se desenvolvem as mais diversas espécies de árvores nativas. As mudas produzidas no viveiro são geradas a partir do plantio de sementes. A maioria das sementes vem do projeto Plantando Vida, e algumas são coletadas pelos próprios funcionários do viveiro.

Nesse local as mudas são cuidadas com muita atenção até adquirirem idade e tamanho suficiente para serem plantadas em áreas definitivas. Em 2020 o viveiro repassou mais de 142 mil mudas de árvores aos moradores do município.

O principal objetivo do Viveiro Municipal é a produção de mudas nativas que são distribuídas gratuitamente para a população, tanto da área rural quanto urbana, para recuperação de Áreas de Preservação Permanente e plantios em Áreas Verdes. As mudas produzidas no viveiro também são plantadas nas calçadas (passeio), em canteiros de avenidas, parques e prédios públicos do município.

Atualmente o cultivo é de 30 a 40 espécies de árvores. Lá encontramos 3 estufas, a primeira para germinação, a segunda destinada as plantas para reflorestamento e a terceira com plantas maiores, destinadas a arborização do município e distribuição em pequenas quantidades.

A germinação de mudas nativas exerce um papel fundamental na manutenção das matas ciliares, bem como, na reconstrução de áreas e ecossistemas degradados. Angico, Araucária, Cereja, Ipê, Jabuticaba, Pau-Brasil e Pitanga são algumas das espécies nativas cultivadas no viveiro.

O Viveiro está fechado devido a pandemia, mas mantendo suas atividades de produção e cuidado com as mudas. Quando o viveiro for reaberto para visitações, será utilizado também como espaço de educação ambiental com as crianças. A visita naquele local nos proporciona uma sensação de que a natureza merece ser cuidada e amada.

Observar o cuidado do Sr. João, funcionário do Viveiro há mais de 30 anos e a equipe no cultivo das mudas é uma forma de pensar no amanhã. Como bem escreveu  Rubem Alves –Amo aqueles que plantam árvores mesmo sabendo que nunca se sentarão em sua sombra. Plantam árvores para dar sombras e frutos para aqueles que ainda não nasceram.”

Meu agradecimento ao Secretário Municipal do Meio Ambiente Adriano Roberto David e a Engenheira Ambiental Ana Paula Nesi Tortelli pela visita guiada que me foi oferecida. Foram momentos encantadores de turismo no nosso município.

Para mais informações: (46) 3523-6347 – (46) 3523-5137 – (46) 99128-0606

Fotografias | Leila Lindiana | @leilalindiana

(Visitada 27 vezes, 1 visitas hoje)