Gostosuras

Delícias para Dias de Chuva

3 de novembro de 2018

Bolinho de Chuva

As previsões da meteorologia são de um novembro chuvoso, simmm, fazer o que?! Que tal aproveitar as tardes para preparar receitas simples, que nos acompanham desde a infância?

Dias chuvosos a vontade de ficar em casa, jogando conversa fora e comendo guloseimas é grande. Quando isso for possível, separei algumas receitas de comidinhas gostosas fáceis e reconfortantes. Esqueça a dieta, renda-se a gula e desfrute de uma mesa farta com as melhores companhias, que tal ?

Bolo de Pão de Queijo | Essa receita minha mãe prepara a muitos anos, é do Chef Edu Guedes e não tem erro, é muito simples. É um “pão de queijo tamanho família”, rápido e fácil de executar, fica pronto em 35 minutos, ideal para um lanche. Rende 8 pedaços.

Ingredientes | ½ xícara (chá) de leite; ½ xícara (chá) de óleo; 3 ovos; 250 g de polvilho doce; 1 xícara (chá) de parmesão ralado; 1 colher (sopa) de fermento em pó; Sal a gosto; Manteiga e farinha de trigo para untar e enfarinhar a forma.

Modo de Preparo | Em um liquidificador, bata o leite, o óleo e os ovos. Despeje em uma tigela, acrescente o polvilho, o parmesão, o fermento e o sal. Misture até ficar homogêneo. Despeje em uma forma untada e enfarinhada. Leve ao forno preaquecido a 180º C por cerca de 30 minutos.

Mate Doce | O nosso chimarrão ganha versão doce. Vale o preparo com leite, fazer uma borda na cuia com coco. Ou derreter açúcar em ponto de caramelho, adicionar água quente, um chá da sua preferência, canela, cravo e deixar ferver uns minutos. Delícia é, ferver folhas de cidreira, laranjeira, figo (minhas tias faziam), poejo, manjerona e adoçar ao seu gosto. A versão do Mate Doce é quente, bem quentinho!

Pipoca |  Pode ser doce e/ou salgada, normalmente fazemos as duas versões, para agradar a todos. Cheiro de pipoca no ar é impossível sentir e não querer encher a mão! Dias chuvosos como esses convidam para comer esse grão delicioso. A nossa versão doce, leva 2 colheres rasas (sobremesa) de açúcar no preparo. Aqueça o óleo, adicione o açúcar, acrescente 1 xícara de pipoca. Mexa até começar a estourar. O resultado, é uma pipoca levemente caramelizada.

Para a pipoca salgada você pode simplesmente acrescentar sal após estourar mas, minha dica é para quando os grãos já estiverem ainda quentes e na tigela usar o tempero Pipoca Green, composto de Sal Marinho e Ervas Desidratadas, mais uma delícia exclusiva, elaborada pela Quintal Pepper. O tempero é aromático demais, saboroso, as ervas se sobressaem, recomendo experimentar esse produto artesanal.Bolinho de ChuvaReceita com cara de casa de mãe ou avó. Quem comeu nunca se esquece deste tradicional bolinho que não pode faltar nas reuniões familiares. A receita é fácil de executar, você vai se apaixonar! Fica super sequinho por fora e macio por dentro, ingredientes obrigatórios são o açúcar e a canela envolvendo o bolinho. Quem gosta pode acrescentar recheio de goiabada ou outro doce de sua preferência.Ingredientes | 2 ovos | 3/4 de xícara de chá de açúcar | 2 colheres de sopa de manteiga | 1/2 colher de chá de sal | 1 colher de sopa de fermento em pó | 1 xícara de chá de leite | 2 xícaras de chá de farinha de trigo | Óleo para fritar | Açúcar e canela em pó para polvilhar.

Modo de Preparo | Misture todos os ingredientes até ficar uma massa mole e homogênea, numa panela com o óleo bem quente, com uma colher coloque as bolinhas de massa e deixe fritar até ficar dourada. Retirar, escorrer e passar no açúcar com canela.

Grostoli | Ou cueca virada ou orelha de gato. O grostoli é uma tradição na mesa dos descendentes italianos. Há quem o prepare com massa semelhante à de pastel, crocante e que leva cachaça para ficar bem sequinha quando frita (a mãe usava). Mas o mais apreciado (e meu preferido hummm ) é o que tem massa fofinha, quando mordemos a massa enche a boca de sabor, perfeito para acompanhar uma caneca de café com leite ou o chimarrão.

Ingredientes | 3 ovos | 500g de farinha de trigo | 1/2 xícara de óleo | 1 colher (sopa) de fermento em pó | 1/2 xícara de açúcar | 1 pitada de sal |1/2 xícara de água | Açúcar e canela para polvilhar.

Modo de fazer | Para a massa, misture os ovos, a farinha, o óleo, o fermento em pó, o açúcar e o sal. Adicione a água, aos poucos. A massa fica com textura semelhante à de pão. Se necessário, acrescente mais água. Abra a massa, com ajuda de um rolo, sobre superfície enfarinhada. Corte em tiras de aproximadamente 5cm de largura. Corte em pedaços menores, formando pequenos retângulos. Faça um pequeno corte no centro de cada tira e vire uma das partes por dentro do corte. Frite em óleo quente, escorra e passe no açúcar misturado com canela em pó.

Waffle | A massa de origem belga é muito parecida com a de panquecas e crepes. A maior diferença está na apresentação, já que esse alimento tem aparência de uma fatia de “pão esburacada”, pois é usada uma “máquina de waffle” para assá-los, por causa disso, a textura fica crocante por fora e macia por dentro. Na casa da minha mãe é tradição, leva poucos ingredientes e fica pronto em poucos minutos. Ótima sugestão para quem procura algo prático, simples e saboroso. É um delicioso “bolinho” assado em modo muito rápido.

Ingredientes | 2 xícaras (chá) de farinha de trigo | 2 colher (sopa) de açúcar | 2 colheres (chá) de fermento em pó | 1/2 colher (chá) de sal |2 colheres amido de milho | 3 ovos batidos | 4 colheres (sopa) de manteiga sem sal derretida | 1 e 3/4 de xícara (chá) de leite | 1 colher (sopa) de essência de baunilha.

Modo de Preparo | Aqueça o aparelho para Waffles. Bata bem os ovos, com um fuet, acrescente o leite, a manteiga derretida, a essência de baunilha. Misture a farinha de trigo, o açúcar, o amido, o fermento e o sal, incorpore bem os ingredientes. Coloque uma concha rasa de massa e espalhe até cobrir o molde do aparelho, feche a tampa e deixe assar até a massa ficar bem dourada. Retire com espátulas de silicone. Sirva puro, com geleias ou doce leite.

Imagens Reprodução.

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM