Porta Retrato

No Colo da Mãe

13 de maio de 2018

Pâmela e Luísa | Fotografia: Adriano Oening

Minha homenagem à todas as mães é através de um trecho da poesia tradicionalista do Odilon Ramos, No Colo da Mãe. A fotografia do Adriano Oening é o retrato do amor incondicional da maternidade, onde faltam palavras e transborda o coração em sentimentos!

“…No colo da mãe
Não tem solidão
Nem bicho papão
Nem medo, nem dor
Tem riso, tem canto
Tem voz de acalanto
Tem prece de amor…

…Cresci, fiquei homem
Segui meu destino
Deixei o menino que ela embalou
Brincando sozinho
Catando lembrança
No pátio da infância
Que longe ficou

Já venci na vida
Já aguentei tirão
Mas todas as vezes
Que a vida apresenta
Um céu de tormenta
Trazendo de volta
O medo que eu tinha
Esqueço da idade
E tenho vontade
De correr pro colo
Da minha mãezinha

Pedir proteção
Sentir seus afagos
Curando os estragos
Que a vida me fez
Chorar de manhoso
Me aninhar dengoso
Fazer-me inocente
Criança outra vez
E dormir sonhando
No colo da mãe.”

Adriano Oening Fotografia | Rua: Vereador Romeu Lauro Werlang, 675 | Centro | Francisco Beltrão – PR | Telefone: 46 2520-0097

Agradeço de coração a minha amiga Maria Bernadete, por ter compartilhado a emocionante poesia.

E minha homenagem mais que especial a garra e força da Pâmela, no nascimento da Luísa, ali nasceu uma grande mãe!

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM