Francisco Beltrão Porta Retrato

A Páscoa e o Perdão

21 de abril de 2019

Fotografia | Leila Lindiana

O Papa Francisco, disse no Vaticano que essa Páscoa deve ser uma festa do perdão. Viver com amor e descobrir com o Pai o perdão e a coragem de perdoar.

“O Perdão é o desejo de jogar fora um ressentimento, uma mágoa, uma situação de vitimização; deixar para traz aquela situação que te provocou dor”, assim a psicóloga Dilma Schirr abordou o tema, tão pertinente aos cristãos nessa semana. Ela chama a atenção para a “consciência em se libertar do ressentimento, da mágoa que impede a evolução”. “Pois mesmo que eu não queira, aquele pensamento me deixa no passado, distante do presente e sem perspectiva do futuro.”

Perdoar não implica dar a razão ao outro, significa se libertar das ataduras da amargura. Compreender o outro, praticar a empatia.

Além disso, o perdão é uma decisão pessoal e independente. Se você cometeu um erro, peça perdão; se você se sente mal por algo negativo que fez, peça perdão. Fica nas mãos da outra pessoa lhe conceder ou não esse perdão.

Como encontrar o Perdão? Papa Francisco destacou a importância da oração para superar momentos de dor e solidão, criando “relação, entrega”. Dilma afirma que a oração é a nossa sabedoria interna, é o desejo consciente de perdoar.

Páscoa é o renascimento do amor, porque é o único motivo que dá vida ao mundo. Quando perdoamos, nossa alma recebe energia e flui pro universo, nos concedendo bençãos, muitas bençãos.

Quando perdoamos, podemos até mesmo não esquecer mas, sentimos uma paz interior que nos liberta e proporciona um sentir-se bem.

Feliz Páscoa ! Feliz Renascimento!

Fotografia | Leila Lindiana | @leilalindiana

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM