Dicas

Redes Sociais, o Novo Shopping Center

6 de abril de 2021

Texto | Taís Antunes Pinto

“Em tempos de pandemia, isolamento, instabilidade, insegurança (sim, tudo aquilo que estamos cansados de ouvir ) um novo comportamento de consumo vem crescendo significativamente – o comercio online, também conhecido como e-commerce. Segundo pesquisa da Mastercar houve um crescimento de 75% nas vendas durante a pandemia, para uns um cenário escasso, se tornou terreno fértil para outros. Sim, é inegável que o comércio online se tornou o melhor negócio de 2020 e deve se fortalecer ainda mais em 2021.

Outro dado interessante, pessoas com mais de 50 anos que antes viam as compras pela internet com desconfiança, também passaram a consumir do e-commerce, ou seja, mais gente chegando, mais vendas, mais dinheiro circulando. É como ter o shopping center nas  mãos, 24 horas, sem pagar estacionamento, sem aglomeração, sem precisar de máscara ou álcool gel.

Sempre digo para as minhas alunas que as pessoas não vão deixar de consumir, porque o consumo está diretamente relacionado a felicidade – “se eu posso comprar eu sou feliz”. Quem gosta de roupa vai continuar comprando roupa, quem gosta de eletrônico vai continuar comprando eletrônico, quem gosta de charuto vai continuar consumindo, enfim, cabe as lojas aparecerem para os clientes certos e despertar desejo das mais variadas formas.

Nos grandes centros, com os shoppings centers fechados as lojas precisaram fortalecer seus e-commerces, criar uma comunicação assertiva, sim é fundamental aparecer para o público certo e na hora certa. Se você vende pneus não faz sentido anunciar em parceria com uma loja de maquiagem feminina.

Seja estrategista, todo empreendedor é um comunicador, se hoje o maior meio de comunicação em massa, são as redes sociais e a sua empresa não está na internet, é como se ela não existisse.

Facebook, Instagram, WhatsApp, sites, viraram as novas vitrines e assim como no físico elas precisam ser lindas, alinhadas e chamar a atenção do cliente consumidor.

“Seu cartão de credito tem mais poder que o seu titulo de eleitor”, diz Facundo Guerra, no livro Empreendedorismo para Subversivos. As pessoas estão interessadas em consumir de empresas engajadas, posicionadas, a política da sua empresa é de extrema importância nesse novo cenário do consumo consciente.

Consumo consciente significa que cada vez mais o consumidor esta preocupado com a qualidade e a procedência do produto que ele consome, ninguém quer consumir de empresas que poluem o meio ambiente, empresas machistas, racistas, alem de mostrar o seu produto sua empresa precisa se posicionar socialmente. Consumir e deixar de consumir é cada vez mais um ato político.

Muitas marcas se fortaleceram, enquanto outras desceram ladeira abaixo, quem lembra do badalado casal de estilistas famosos que não queria modelos negras nos seus “casting”? A marca foi boicotada, perderam contratos com fornecedores e parcerias importantes, ninguém quer ter seu nome relacionado a uma marca racista.

A verdade é que e-commerce é o novo queridinho do empreendedorismo, é uma pedra preciosa que esta sendo lapidada. Lembrando que a internet constrói e destrói na mesma velocidade.

Empresas com “discurso modinha” não conseguem se fortalecer nesse cenário. Todos os segmentos precisaram se adaptar, migrar, evoluir, ter posicionamento ou vão ficar para trás.

Dicas para fortalecer suas redes sociais.

Arrume a casa |Perfil,  limpo, organizado e contar a sua historia, cria conexão. Lembre-se: pessoas se conectam com pessoas. Quem é o rosto a frente do seu empreendimento? Ninguém quer se relacionar com uma logomarca. Outra dica, um perfil que segue criteriosamente uma cartela de cores cheia de filtros exige um conteúdo muito interessante, do contrario você e só mais um.

Clareza de oferta | Deixe claro os produtos ou serviços que você vende, preços, condições de pagamentos e forma de entrega. Economize seu tempo e do seu cliente, tempo é dinheiro. Por exemplo, eu gosto de comprar hidratantes corporais, quando vejo a propaganda de um que custa R$ 550,00, eu já sei que aquele produto não é para o meu bolso.

Contatos atualizados | Como os clientes vão entrar em contato com você? Quanto mais contato melhor e por favor, esteja atento ao horário de funcionamento do seu empreendimento. Pontualidade é indispensável.

Fale a verdade | A verdade no mundo dos negócios ela é mais valorizada porque é escassa, jogue limpo, seja honesta, cumpra com seus compromissos e obrigações.

Freqüência | Estabeleça uma rotina de postagens diárias é importante dar detalhes, ser criativo, engajado, essas ações transmitem confiança.

Não seja imediatista | Não queira resultados para ontem, as redes sociais são ferramentas novas e estamos aprendendo a lidar com elas, lembre-se: Seguidor nem sempre é cliente e curtidas não pagam boleto.  Imagem profissional independente de ser online ou presencial é construção, leva tempo, exige esforço e dedicação.

Conheça o comportamento do seu público | Crianças: são mais influenciáveis e não tem poder de decisão. São apenas telespectadores, você precisa gerar desejo com muita freqüência. Adolescentes: são mais participativos, curtem, comentam, compartilham, brigam, defendem e atacam,  eles precisam se sentir parte daquela comunidade. Eles querem interagir com as marcas que consomem. Adultos: raramente curtem, raramente comentam, raramente compartilham mas, quando algum produto despertar o interesse essa pessoa compra.

Enfim, estamos todos conectados, mesmo sem querer, postamos, clicamos, comentamos, xingamos, damos like, compartilhamos e participamos. Criamos um comportamento online que será vendido para anunciantes que tentarão incansavelmente nos convencer da necessidade de compra. Esse é o jogo que você precisa entender e jogar, caso contrário não conseguira empreender nesse novo cenário comercial, que cada vez mais depende dos algoritmos e das inteligências artificiais.

 

Taís Antunes Pinto | Consultora de Imagem, Estilo e Comportamento | Bacharel em Gestão de Finanças, pós graduada em Gestão de Marketing pela Unipar. Formada em Fotografia, Consultoria de Imagem, Estilo e Negócios de Moda, idealizadora do Projeto Mulheres Extraordinárias. Telefone (46) 9-9983-2042.

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM