Dicas

A Cura e o Exercício Físico!

31 de janeiro de 2019

A participação do Educador Físico, André Molina chama a atenção para os benefícios do exercício físico para nossa mente, afinal uma mente saudável é resultado de um corpo idem.

“Atualmente, a depressão atinge uma em cada cinco pessoas no mundo, só no Brasil são mais de 11 milhões de pessoas, sendo que na sua grande maioria são mulheres. Com a rotina do dia a dia, cada vez mais acelerada, com mais cobranças e imediatismos, fica fácil entender porque tantas pessoas sofrem com isso.

É uma doença que vai chegando aos poucos, causando um esgotamento físico e mental, afetando o sono e sugando cada vez mais a energia da pessoa. Não é fácil sair desse estado, muitas vezes a pessoa se sente mal por ter que ir atrás de ajuda especializada e, se fecha ainda mais. Mas além do tratamento médico que é o que muitos procuram, se faz necessário a pessoa buscar por atividades que lhe gerem prazer, daí entra o exercício físico como uma ferramenta importantíssima para alavancar a auto estima desta pessoa.

Todos sabemos dos vários benefícios que a pratica regular de um exercício físico pode gerar em nossas vidas. O exercício físico libera no cérebro substâncias que proporcionam uma sensação de bem estar e felicidade, esses hormônios são fundamentais para aumentar a autoestima, fortalece o sistema imune, combate o envelhecimento e ainda diminui o stress. Atividades coletivas ou desafiadoras são ótimas para elevar o estado de espirito.

Os benefícios que o exercício faz é quase que imediata, nas primeiras semanas de pratica o corpo começa a dar sinais de melhora, e se está pratica que você fizer, te proporcionar novos amigos, novas visões do mundo, isso fica ainda melhor.

Não importa se você vai querer fazer dança ou lutar boxe, o mais importante é você por regularidade desta atividade. Faça isso seguidamente, trace metas assim fica mais fácil atingir os objetivos, e não tenha vergonha se no início você não conseguir acompanhar, de tempo a seu corpo e principalmente a sua mente.

Dar esse primeiro passo em busca da mudança de rotina não é fácil, por isso a importância dos familiares e amigos nesta hora, pois mesmo aquelas pessoas sem a doença já sabem o quanto relutam em fazer uma mudança no estilo de vida, imagina quem está passando por uma fase nada boa em sua vida.

Você não precisa ficar preso somente a um tipo de atividade, pode fazer corrida de rua e ioga e/ou dança e meditar; a associação de atividades é benéfica. Um lembrete, temos também que dar o tempo de descanso para nosso corpo, essa pausa é essencial para a recuperação muscular, pois tudo em excesso pode fazer mal. E sempre que for iniciar um exercício novo procure um profissional habilitado.

Lembrando de seguir corretamente esses passos, tratamento medicamentoso, pratica regular de exercícios e um estilo de vida mais leve (rotina de trabalho e alimentar), com certeza você irá superar mais esse obstáculo em sua vida.”

André Molina | CREF 010593-G/PR

Instagram.com/molina_personal| 

facebook.com/andre.molina.33

 

Comentar via facebook

Comentário(s)

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM